ERCKMANN-CHATRIAN

“[…] Por desgraça não temos bastantes mestres de escola. Ah, se tivéssemos menos soldados e mais mestres de escola, tudo iria muito mais depressa! Mas paciência, isso também chegará. […] ‘Em vez de mandar meus filhos morrerem aos milhares à baioneta e a tiros de canhão, quero que os instruam e os façam homens’, ninguém se atreverá a contrariá-lo, visto que o povo hoje é o senhor. Com essa esperança vos digo adeus, meus amigos, e de todo o coração vos abraço.” (ERCKMANN; CHATRIAN, 1952, 247)

Referência bibliográfica

ERCKMANN, Emile; CHATRIAN, Pierre-Alexandre. Waterloo. Trad. Augusto Souza. São Paulo: Saraiva, 1952. 247 p. (Col. Saraiva, 44).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: