Paul WATZLAWICK

“[…]

Esse manual começou com Dostoiévski e com ele deve terminar. Em Os Demônios, uma das personagens mais controvertidas que Dostoiévski criou diz o seguinte:

Tudo é bom… tudo. O homem é infeliz porque não sabe que é feliz. Só por isto. Isto é tudo… Quem perceber isto será feliz logo, imediatamente, no mesmo instante…

Desesperada situação, de solução tão desesperadamente simples.” (WATZLAWICK, 2006, p. 98).

Referência bibliográfica

WATZLAWICK, Paul. Sempre pode piorar ou a arte de ser (in)feliz: uma abordagem piscológica. Trad. Irene Aaron. São Paulo: EPU, 2006. 100 p.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: