Sérgio C. Gelassen

Deus é um círculo

Deus é um círculo

“[…] Prefiro dizer que Deus é um círculo. Porque não tem começo nem fim. E está antes do ponto A e depois do ponto Z. (Viu só?) Um círculo. Como o universo. Como nos é difícil entender — quanto mais compreender — algo que não possui fim nem início… Tal dificuldade nos é familiar porque o ser humano conhece tudo que tem um príncipio (início) e um fim (final). A compreensão do mundo, das pessoas, das coisas(1) somente é atingida, no contexto em que observo aqui, quando se entende que há coisas que não possuem nem começo nem fim.

(Ora, Deus é o nome que damos a uma força inexplicável e sem nome. E que as religiões corrompem atribuindo-lhe funções estúpidas (como as de condenar seus filhos ao Inferno, etc. e tal) e humanas. Cremos — e não devemos dizer sabemos — que Ele é bem mais que isso. É-nos agradável e confortável podermos crer em uma força superior com certas caraceterísticas humanas porque precisamos, pois, de algo com que possamos nos identificar.)

Voltando ao que eu falava um pouco mais acima — sobre Deus ser um círculo — como eu disse, assim mostram-nos as figuras acima. As de fundo branco encaixariam-se melhor num livro de Física. As de fundo preto talvez fossem mais adequadas a um estudo de Física sobre Fotografia. (Tal comentário me parece possuir uma natureza wittgensteiniana, por assim dizer).

NOTA

(1) Sim, as pessoas também são coisas, embora eu não queira “coisificar” ninguém, a despeito de saber que há “pessoas-coisas” (pelo menos é essa a impressão que tenho delas, a julgá-las pela pequenez de suas atitudes, de suas ideias, de seu estilo de vida).

Referência bibliográfica

S. Gelassen, O Ser e o Não-Ser ou O Ser e o Estar

Anúncios

2 Respostas to “Sérgio C. Gelassen”

  1. Marinéa Mochizuki Says:

    Não vai continuar?

    • lesdommag3rs Says:

      Então… A proposta original do blog “É O Fim” consistia em postar finais de livros que existem, para que os interessados nesse tipo de proposta pudessem se deleitar.

      Mas eu me empolguei tanto com a “brincadeira” que resolvi postar finais de livros meus, como se estes existissem de verdade. Para tanto, no começo eu passei a incluir as referências bibliográficas fictícias (editora, ano, número de páginas).

      E é isso. “Deus é um círculo” não tem continuação. É só um pequeno aforismo ilustrado meu mesmo, sob o pseudônimo de “Sérgio Cícero Gelassen”.

      Mas agradeço o teu comentário. Ele incentiva a postar mais coisas.

      A propósito: você já leu o resto do blog? Alguma coisa a mais te interessou lá?

      Grato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: