Sérgio C. Gelassen

“[…]
O ódio dói-nos. Nos dói intensamente o amor, de igual forma. Viva! Salve! Para onde vamos? Morramos, Rose. De mãos dadas, (eu ateu, você cristã) e atirando-nos neste absimo sem fim, doentiamente, como vivemos durante a época em que vivemos juntos. Deus quer que nós morramos para voltarmos a ele, pois nós, criaturas doentes, vazias, fomos feitas à sua imagem e semelhança. Venha comigo, minha irmã, minha criança. Antes que seja cedo. Cedo demais para ser tarde de menos. Oh!”

Referência bibliográfica

Sérgio Gelassen, Carnaval: Carne Não Vale/O mal morto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: